Visite nossas Redes Sociais.

m
Image Alt

Ácido Butírico na nutrição animal

Os ácidos orgânicos são substâncias que possuem um grupo carboxílico. Nos últimos anos tem-se dado bastante atenção aos mesmos como aditivos alternativos aos antibióticos, agindo como antimicrobianos e promovendo melhores índices zootécnicos. Dentre uma lista diversa os mais abordados são o ácido butírico, propiônico, acético, lático, fórmico dentre alguns outros.

Nessa publicação vamos falar sobre o butírico. O ácido butírico ou butirato é um ácido orgânico classificado como ácido graxo de cadeia curta – AGCC ( ou ácido graxo volátil – AGV ) possuindo apenas 4 átomos de carbono, sendo um metabólito resultante da fermentação microbiana anaeróbica.

Apesar de ser uma molécula simples, apresenta diversos mecanismos de ação e grande importância para o equilíbrio intestinal dentre outras funções. O butirato pode estar na forma de butirato de sódio ou cálcio, além de poder ser conjugado com óleos essenciais e até taninos.

O ácido butírico é uma importante fonte de energia para as células epiteliais do intestino, principalmente os colonócitos, tendo ainda efeito positivo no crescimento das vilosidades, atividade enzimática e no equilíbrio da microbiota intestinal.

No entanto, o ácido butírico é quase que totalmente absorvido no estomago, sendo necessário ser encapsulado para chegar ao ceco e cólon.

Concomitantemente, o ácido butírico ajuda na migração de neutrófilos o que reforça o feedback positivo ao sistema imune do animal.